Institucional

Como a gamificação nos ajuda a manter os alunos mais engajados

Cadastre-se

E receba conteúdos exclusivos!


Vivemos em um mundo no qual a gamificação tornou-se um fenômeno presente nas nossas interações cotidianas. Você já percebeu?

Gamificação é a forma como denominamos o uso de lógicas e dinâmicas provenientes do mundo dos games, mas aplicadas em outros contextos, como em aplicativos, estratégias de produtividade em empresas e no universo educacional. 

Os resultados da gamificação são tão impressionantes que dificilmente você irá se deparar com uma startup moderna que não utilize essa técnica em algum sentido, seja para engajar novos clientes ou para incentivar a produtividade de funcionários.

Na codeBuddy a gamificação é uma aliada essencial em nossa abordagem pedagógica. Nesse artigo iremos apresentar um pouco do que consideramos ser uma das grandes estratégias para o aprendizado no séc. XXI.

Vamos lá?

  • Save

O que define a gamificação?

Os jogos fazem parte do contexto da vida humana desde os seus primórdios. Brincadeiras, disputas e esportes são capazes de gerar uma imersão sem igual nas interações sociais e individuais.

Se seu(ua) filho(a) gosta de jogos, você já deve ter notado que ele(a) é capaz de concentrar-se como ninguém quando o assunto é passar uma fase ou vencer uma partida, não é mesmo?

No mundo dos games basta um conjunto de regras, um objetivo em comum, alguém com quem competir e pronto, você verá coisas incríveis acontecendo na sua frente.

Times são criados de acordo com as habilidades de cada participante. Treinamentos são realizados e novos conhecimentos são transferidos em um processo de desenvolvimento individual. Sabemos que cada integrante de um time deverá explorar suas habilidades específicas e depois contribuir para o sucesso da equipe.

Se o jogador apenas buscasse adquirir os mesmos conhecimentos, mas sem o incentivo da competição ou dos prêmios e recompensas que o jogo proporciona, o engajamento com o aprendizado seria muito menor.

Quando falamos de gamificação, estamos emprestando do mundo dos jogos essa dinâmica instigante entre desenvolvimento e objetivo.

Essa tendência está presente de várias formas nas soluções mais recentes que a tecnologia tem oferecido para o cotidiano. Aplicativos de desenvolvimento pessoal frequentemente usam um esquema lúdico para incentivar o trabalho diário. Outras soluções desenvolvem prêmios específicos, como insígnias ou brindes, a partir de atividades que aumentam o engajamento das pessoas com a marca.

Poderíamos dar vários exemplos de como a gamificação está sendo implementada em esferas culturais e tecnológicas. Porém, queremos falar pouco do jeito que usamos a gamificação aqui, na codeBuddy!

  • Save

Um concurso de tecnologia para mudar o mundo

Como uma escola de tecnologia, não poderíamos estar mais orgulhosos dos efeitos da gamificação em nossos alunos.

Podemos dizer que ela está presente desde o início do aprendizado no curso que o aluno escolheu – seja programação de games, lógica, robótica ou qualquer um de nossos programas – até a apresentação dos resultados desse aprendizado.

Vamos dar um exemplo recente e incrível de como usamos a gamificação. 
Gostamos de trabalhar com o aprendizado por meio de projetos, nos quais nossos alunos colocam a mão na massa para colocarem suas ideias em prática. 

Essa ideia por si só já é divertida. Mas será que um concurso com os melhores projetos não daria uma ajuda na empolgação dos alunos?

Foi exatamente isso que fizemos quando lançamos o concurso Change The World – Game XP, em que crianças e adolescentes (nossos alunos ou não) foram encorajados a criar soluções tecnológicas para ajudar em problemas de interesse social ou ecológico. Os primeiros colocados na disputa ganharam ingressos para o Game XP, o maior gamepark do mundo que rolou em Julho na cidade do Rio de Janeiro.

Esse é um exemplo de uma maneira de utilizar a gamificação para garantir ótimos resultados. Além de incentivar reflexões importantes a respeito de temas contemporâneos, vimos nosso alunos usarem tudo o que aprenderam para criar projetos inovadores.

Se você tem alguma dúvida, confira os 3 projetos de crianças para mudar o mundo que venceram nosso concurso.

  • Save

A gamificação na codeBuddy: sucesso no engajamento dos alunos

O exemplo do concurso Change The World – Game XP é ótimo para demonstrar os efeitos da gamificação em larga escala. No entanto, aqui na codeBuddy trabalhamos com essa estratégia em todas as etapas do aprendizado.

Na codeBuddy somos adeptos do ensino híbrido, uma espécie de mistura entre o formato tradicional de aulas e o EAD – Ensino a distância.

Nossos alunos absorvem grande parte do conteúdo das aulas por meio de vídeos e atividades disponíveis em nossa plataforma digital, a Gamebuddy. Esses materiais são utilizados até mesmo dentro das aulas, o que permite que nossos instrutores possam utilizar o tempo disponível de maneira inteligente, cuidando das necessidades específicas de cada aluno.

Mas para que esse ensino personalizado funcione direitinho, nossos alunos precisam estar realmente engajados com o aprendizado, ao ponto de tornarem-se responsáveis e ativos quanto ao próprio avanço. É assim que a gamificação torna-se uma grande aliada.

Nossa plataforma transforma o aprendizado em uma atividade lúdica. As aulas são como fases de um jogo e nossos alunos podem criar um personagem com o qual vão passar por desafios, ganhar pontos e liberar novos conteúdos. A ementa do curso é vista como um mapa da aventura e novos assuntos são desbloqueados com novos mundos a serem explorados.

Os professores também estão presentes nessa plataforma, orientando e guiando, como um personagem especial dentro do jogo.

Nosso sistema de gamificação tem até mesmo uma moeda digital, a budcoin, que utilizamos para recompensar nossos alunos dentro da plataforma. Assim, eles podem adquirir itens para seus personagens e garantimos que continuem engajados no aprendizado.

Com esse engajamento garantido por um sistema lúdico de ensino, nossos(as) instrutores(as) podem concentrar-se em trabalhar com os 6 alunos designados para cada um(a) dentro das aulas.

Eles(as) como treinadores(as) que trabalham as qualidades específicas de cada pessoa, sem ter de padronizar ou exigir de todos os alunos o mesmo tipo de habilidade.

A diferença é que o esporte que essas crianças irão enfrentar será a própria vida! De posse de habilidades incríveis trabalhadas de forma dinâmica e divertida em nossas aulas.

Já imaginou como é divertido aprender assim? O que você acha da gamificação? Comente abaixo e ajude a construir o mundo codeBuddy!