Blog

Eduscrum: a aplicação de metodologia ágil em sala de aula

O avanço diário da tecnologia e suas aplicações nas relações de trabalho e educação trouxeram para a nossa sociedade um crescente sentimento de urgência. Tudo se tornou “pra ontem” e, em muitos casos, tempo é dinheiro.

A partir desse senso de velocidade a que nos acostumamos, a busca por formas mais eficazes para a gestão de projetos na indústria, principalmente nos nos setores de tecnologia, deu origem ao que chamamos de metodologias ágeis, como o Scrum. 

No cenário escolar, as coisas não são muitos diferentes. Ao aplicar boas ferramentas de gestão nas rotinas do processo educacional, seja para trabalho em grupo ou disciplinas que têm projetos como finalidade, é possível gerar melhores resultados e um maior desenvolvimento de determinadas habilidades.

Assim surgiu o Eduscrum, metodologia ágil aplicada ao setor educação. Ao ser adotado em sala de aula, o método traz diversos benefícios aos alunos, como o desenvolvimento do protagonismo e autonomia, estímulo a soluções criativas, ensino empreendedor e a colaboração.

Nesse artigo você vai aprender o que são metodologias ágeis, conhecer um pouco da Scrum e como o Eduscrum pode beneficiar no aprendizado e desenvolvimento do seu filho.

O que são metodologias ágeis?

Metodologias ágeis são, basicamente, uma série de práticas que auxiliam no gerenciamento de projetos de forma mais adaptável. São formadas por curtos ciclos, onde cada um desses períodos é marcado pela entrega e aprovação de soluções pré-determinadas.

“As metodologias ágeis têm como principal restrição o tempo e são caracterizadas por produzirem entregas rápidas e frequentes.”

Entre seus benefícios para o processo de gestão está a otimização no alinhamento entre a(s) equipe(s), deixando as mensagens e funções mais claras e reforçando a busca por um objetivo final.

A adoção das metodologias ágeis partem do princípio que a condução do projeto será feita por uma equipe pequena, autogerenciável, multidisciplinar e alocada em um mesmo ambiente. Todo o esforço da equipe será empregado na qualidade da solução apresentada, que deverá acrescentar alto valor o projeto.

Os pilares que constituem as metodologias ágeis são: agilidade, intensidade e colaboração. Por isso, ao adaptá-las para o âmbito educacional, se mostram alternativas pedagógicas capazes de promover uma verdadeira transformação.

Benefícios dos métodos ágeis para a educação 

As metodologias ágeis permitem ao estudante ocupar a posição de protagonista do seu próprio aprendizado. Suas técnicas e processos dão aos alunos a capacidade de acessar diversas informações, conectar-se com outras pessoas, saber tomar decisões corretamente e, acima de tudo, aprender, a partir dos ciclos de aprendizagem e avaliação frequentes.

Elas trazem a ideia do “fazer agora”. ao invés de oferecer procedimentos demorados, inflexíveis, altamente complexos, com aulas expositivas, prolixas e de avaliação exclusivamente final.

Aqui na codeBuddy, também buscamos diferentes meios e técnicas inovadoras para auxiliar nossos alunos no aprendizado da tecnologia. Veja aqui algumas dessas metodologias e como elas podem fazer a diferença no ensino e futuro do seu filho!

O método Scrum

Atualmente, o Scrum é um dos métodos ágeis mais utilizados pela facilidade de ser integrado a outros tipos de metodologias, podendo ser aplicado desde o desenvolvimento de softwares a diferentes tipos de ambientes de trabalho. 

O Scrum se baseia no planejamento interativo de projetos com foco na gestão. Diferente de outros métodos criados, os papéis do Scrum são muito bem definidos e primordiais para alcançar o sucesso do projeto. A metodologia segue 5 principais práticas:

– Lista de tarefas do projeto.

– Planejamento das atividades a serem desenvolvidas durante período pré-determinado

– Subconjunto de tarefas que deverão ser realizadas a cada período de tempo.

– Quadro de atividades para acompanhamento das tarefas.

– Apresentação do que foi feito durante cada rodada, com discussão sobre acertos, erros e possíveis melhorias ao processo.

– Identificação de melhorias a serem implementadas.

– Reuniões diárias (máximo 15 minutos) para levantamento das atividades e possíveis dificuldades.

Nesse processo, além do grupo de trabalho, ou Time, o Scrum possui outros dois personagens. A primeira é um tipo de líder, a pessoa que sabe exatamente o que precisa ser feito. O segundo é um coordenador, o responsável por ajudar o líder a garantir os princípios da metodologia e manter o time conectado.

Veja a seguir como essa metodologia pode ser aplicada e os seus benefícios para a educação e aprendizagem!

Eduscrum: metodologia ágil em sala de aula

O eduScrum não é um processo ou técnica apenas para treinar os alunos. Aqui o importante é o que deve ser feito, e não como, uma metodologia em que se podem empregar diversos processos e técnicas.

Em sala de aula, o eduScrum traz diversos benefícios aos estudantes, desde o  desenvolvimento do protagonismo à colaboração e o trabalho em equipe. Assim como esta forma de trabalho ágil, os jogos multiplayer em grupo também ajudam as crianças a criar esse senso de equipe. Veja como isso funciona.

O eduScrum fornece transparência sobre a eficácia dos planos e da abordagem escolhida pelos alunos para melhorar a si mesmos. O método é desafiador, pois instiga os estudantes quanto à organização e à qualidade do trabalho dentro de um determinado período de tempo, com objetivos concretos de aprendizagem.

Aplicando o Eduscrum

Baseado na metodologia Scrum, o Eduscrum é uma adaptação para a sala de aula dos processos citados acima. Aqui a organização dos personagens envolvidos pode ser aplicada dessa forma:

– Professor: É quem acompanha o desenvolvimento dos projetos, ajudando os alunos na busca por soluções, tirando dúvidas e gerindo conflitos
– Alunos: formam times organizados em grupos de até 4 pessoas.
– Líder de Time: eleitos pelos times a cada rodada de trabalho. É quem cuida do andamento do trabalho e dá ao professor informações sobre as atividades e dificuldades encontradas pelo time. A troca de líderes dá a todos os componentes do time oportunidade de experimentar e desenvolver a liderança.

Benefícios do método

Sem dúvidas, um dos maiores benefícios do Eduscrum é, a partir da colaboração, exigir dos alunos participação ativa e direta no que se busca aprender. É ele o principal responsável pelo seu desenvolvimento, tornando-os protagonistas no processo de aprendizagem. O professor, vira um facilitador, dando os insumos necessários para que os alunos, por conta própria, cheguem à melhor solução para o problema proposto. 

Portanto, podemos elencar como benefícios do Eduscrum para a educação os seguintes tópicos:

– Engajar os alunos
– Adaptação a mudanças
– Ajudar os estudantes a enfrentar problemas inesperados
– Estimular soluções criativas
– Formar indivíduos protagonistas
– Desenvolver nas crianças o papel de liderança
– Promover o ensino empreendedor

Já conhecia os conceitos de metodologias ágeis e Eduscrum? Clique aqui e veja como os alunos da codeBuddy também utilizam metodologias inovadoras, como o STEAM, em seu aprendizado!

< Blog >

Outros artigos

6 benefícios da transformação digital na educação

5 consequências positivas da pandemia para a educação

6 ideias para comemorar o Dia do Orgulho Nerd