Jogos

A final do Campeonato Brasileiro de LoL está chegando!

Cadastre-se

E receba conteúdos exclusivos!


Estamos acostumados com grandes eventos esportivos: arenas lotadas, times com clássica competitividade e torcedores convictos são parte do cotidiano, ocupando espaço nas conversas, notícias e mentes das pessoas. No mundo do Campeonato Brasileiro de LoL a energia é a mesma.

Os chamados eSports estão crescendo a cada dia, movimentando gamers alçados ao estrelato, entusiastas e profissionais pelo mundo todo. Além disso, assim como nos esportes tradicionais, isso significa um movimento enorme no mercado, com uniformes, programas dedicados, shows e eventos com prêmios milionários. 

No Brasil não é diferente e agora, no dia 7 de Setembro, às terras cariocas receberão a final do Campeonato Brasileiro do League of Legends (CBLoL 2019). A final do CBLoL 2019 será disputada por dois grandes times, o Flamengo eSports e o INTZ. Os ingressos para o evento na Jeunesse Arena estão esgotados e se você duvida do alcance dos eSports, entenda que estamos falando de uma lotação de 18.000 pessoas nessa localidade. 

A competitividade no mundo dos eSports é tão acirrada quanto a que conhecemos nos esportes tradicionais. E os jogadores encontram todo o suporte para treinar para as grandes finais. Por exemplo, a equipe do Flamengo contam com uma mansão onde treinam para a grande final, localizada na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. 

Uma estrutura dessas envolve patrocínios de alto calão (Felipe Neto é um dos sócios da equipe), infra-estrutura tecnológica de ponta e claro, internet de alta velocidade. O treinamento pode envolver sessões de jogo de até 7 horas diárias – lembrando que, nestes casos, o jogo é uma profissão e envolve a assistência de uma equipe completa que acompanha esses novos tipos de “atletas”.

Curioso para entender melhor como funciona esse mundo? Confira abaixo!

  • Save

League of Legends como esporte?

League of Legends é um jogo extremamente popular, especialmente entre o público mais jovem. Mas isso não é ocasionado apenas pela diversão e pelo aspecto competitivo do jogo.

LoL é um jogo que exige comportamento em equipe, posições bem definidas, estratégias articuladas, gestão de recursos e sincronia entre os jogadores. No mesmo sentido, uma equipe de LoL é dividida em posições, assim como em esportes consolidados tradicionalmente.

As posições são: topo , jungle, meio, atirador e suporte. Dentro das equipes, os jogadores são escalados e conhecidos por suas habilidades em cada posição – e na possibilidade de assumir liderança e comandar as partidas. 

Jogar como topo, por exemplo, exige grande capacidade de utilizar reflexos, lançar feitiços e trabalhar estrategicamente em prol da equipe. O jogador que enfrenta a selva precisa conhecer o terreno de difícil visualização e lidar com os monstros do terreno. Já os dois “bot” (suporte e atirador) precisam de agilidade para rotacionar, funcionando como parte estratégica essencial.

Outra posição importante é a do técnico, cuja pegada estratégica faz com que o time consiga agir em sincronia e conquistar objetivos para vencer uma partida. Partida essa que, numa final ou semi-final, é a melhor de cinco!

No caso das equipes profissionais, os jogadores de cada posição são constantemente avaliados em suas performances, como é o caso dessa análise que compara os principais nomes das equipes finalistas, Flamengo e INTZ.

Os dois times buscam a vitória também como uma chance de integrar o Campeonato Mundial de LoL 2019, que poderá contar apenas com uma equipe brasileira na disputa. Em 2018, a campeã mundial, a equipe chinesa Invictus Gaming, levou para casa um prêmio de US$ 2,4 milhões, além da fama internacional.

  • Save

LoL: O maior fenômeno mundial dos eSports

Quando o League of Legends surgiu, em 2009, lançado pela empresa Riot Games, apenas alguns jogadores aficionados por combates via computador embarcaram na onda. No entanto, 10 anos depois o jogo tornou-se um verdadeiro fenômeno, adquirindo o status de maior representante dos eSports do planeta.

Podemos dizer que os eSports datam de, pelo menos, uma década antes do surgimento da Riot Games. Porém, o nível de dedicação desta empresa para emplacar o game nesse mundo foi inédito. A empresa criou e controla todos os funcionamentos do torneio profissional a nível mundial, incluindo as transmissões em streaming dos jogos e um time próprio de algumas centenas de jogadores profissionais assalariados.

A Riot Games libera o LoL para download gratuito. Seu modelo de negócios reside especialmente na compra que os jogadores fazem de acessórios para os avatares online. Assim, além de gerar diversão e movimentar pessoas, os campeonatos são um grande atrativo para novos jogadores e uma maneira de fidelizar os já frequentes.

A empresa estima que existem mais 70 milhões de jogadores espalhados pelo mundo, uma população que gastou US$ 122 milhões em 2014 apenas em equipamentos para melhorar a performance das equipes.

É claro que o sucesso do LoL como maior nome dos eSports não se relaciona exclusivamente aos esforços da Riot Games em gerar fama e maior público para o seu produto.

League of Legends é um jogo cuidadosamente planejado para garantir batalhas épicas, que exigem movimentos complexos entre os dois times participantes. Assim, a euforia e adrenalina gerada, tanto nos jogadores quanto nos torcedores, é um fator essencial para que a plataforma funcione como um grande palco de atrações para o público aficionado.

Não fosse o bastante, a Riot Games libera updates frequentes para a plataforma, com mudanças na estrutura do jogo capazes de exigir das equipes grandes alterações nas estratégias. Inclusive melhorando algumas de suas personagens, tornando a estratégia tudo menos estática: todo ano é preciso entender os pontos fortes e fracos de cada personagem e escolher aqueles com os quais você mais consegue trabalhar melhor as suas habilidades.

A inovação é constante e a competitividade nunca fica obsoleta. Da mesma forma, as equipes campeãs são alvo de constante evolução, melhorando capacidades como raciocínio lógico, velocidade e capacidade de adaptação.

  • Save

Jogo é coisa séria!

A ideia de que os games são mero entretenimento virou coisa do passado. É claro que eles ainda são extremamente divertidos, mas as aplicações do universo dos jogos no mundo contemporâneo são enormes. Aqui na codeBuddy, por exemplo, os jogos são uma forma eficaz e divertida de aprender sobre tecnologia e propor soluções para problemas reais.

A indústria dos eSports está com os ganhos faixa dos bilhões em 2019 e tem tudo para crescer muito nos próximos anos. Aprender a programar games ou mesmo tornar-se parte do mundo desse mundo como um jogador profissional transformou-se um caminho viável e, se feito pensando no outro e no bem, incrível.

E você, também se empolgou com o mundo do League of Legends?