Blog

Como o mundo geek impulsiona as habilidades dos jovens?

Postado em 14 de maio de 2021 - por codeBuddy

O mundo geek reúne milhares de pessoas ao redor do mundo. Os termos geek e nerd se assemelham em alguns pontos e já foram muito usados de forma pejorativa.

Esse preconceito acontece por falta de conhecimento, visto que essa comunidade mundial de pessoas com interesses em comum tem duas características muito fortes: inovação e criatividade. Afinal, quem não gostaria de ter essas habilidades?

Para quem não sabe, o mundo geek é composto por uma comunidade de pessoas, do mundo todo, que são fãs, de forma geral, de livros, games, quadrinhos, animes, cultura pop – no sentido popular da palavra – computadores, gadgets e de tecnologias.

Você se interessa por algum dos temas acima? Se considera uma pessoa atenta às novidades? Então, saiba que você também é um pouco geek!

De acordo com a pesquisa Geek Power 2020, realizada pela Omelete&CO em parceria com a MindMiners, o público geek brasileiro tem um perfil jovem, sendo composto por 40% de geeks com idade entre 25 e 35 anos e 38%, com até 24 anos.

Conhecidos por serem engajados com marcas, personagens e narrativas, essas pessoas influenciam tendências em diferentes áreas.

É uma cultura tão potente que movimenta muito dinheiro mundialmente. Só no Brasil, em 2019, foram mais de R$ 20 bilhões em faturamento no setor de licenciamento de produtos ligados a personagens e filmes.

Isso sem falar dos grandes eventos internacionais, onde acontecem os famosos cosplays, em que as pessoas se fantasiam dos seus personagens favoritos. Alguns desses eventos são a Comic Con, CCXP, Brasil Game Show, SXSW, Gamescon… E muitos outros!

O público geek é tão representativo que tem até uma data especial para homenagear a cultura nerd e todos os aficionados por esse universo, o famoso Dia do Orgulho Nerd, celebrado anualmente em todo o mundo no dia 25 de maio.

É uma comunidade forte e unida, possibilitando o desenvolvimento de uma série de habilidades importantes na vida pessoal e profissional.

Agora que você já leu um pouco sobre a cultura geek, nós vamos:

  • Falar um pouco sobre as divisões de interesse dentro do mundo geek;
  • Perceber como essas características podem impulsionar a vida, tanto no âmbito pessoal, quanto no profissional;
  • Entender as principais habilidades influenciadas e impulsionadas pelo mundo geek em jovens;
  •  Apresentar como proporcionar esse aprendizado para crianças e adolescentes.

Subdivisões do mundo geek e as habilidades que esses interesses desenvolvem:

1 – Tech Geeks

As pessoas que são conhecidas como Tech Geek são aquelas que possuem interesse em novas tecnologias, ou seja, estão diretamente ligadas com a inovação e sempre em busca de estarem atualizados tecnologicamente. Os tech geeks são ativos nas redes sociais, usam o YouTube e estão sempre em contato com sites, ferramentas online e aplicativos.

No âmbito pessoal, esse público específico da cultura geek está antenado nas novidades tecnológicas, podendo estar à frente do seu tempo e desenvolver melhor a inteligência digital, considerado o novo QI da sociedade.

No âmbito profissional, os tech geeks podem alçar carreiras no setor tecnológico. Alguns exemplos são: desenvolvedores de sites, editores de vídeo, programadores de games e aplicativos, técnicos de informática.

2 – Cult Geeks

Menina lendo livro sentada em uma pilha de livros, representando os cult geeks

Apaixonados por cultura pop, HQs, séries, filmes e super-heróis. Esses são os cult geeks, que possuem profundos conhecimentos sobre filmes e histórias de quadrinhos.

Eles acompanham a trajetória de personagens, lêem livros e fanfics (histórias fictícias de personagens criados por fãs), e consomem bastante as plataformas de streaming com seus sete mares de opções audiovisuais. Sendo assim, pessoas muito criativas.

Na esfera pessoal, as pessoas vistas como cult geek têm a tendência de estarem sempre antenadas nas notícias, de gostarem de ler e de terem uma visão mais crítica sobre produtos audiovisuais, exatamente por assistirem bastante conteúdo e falarem sobre.

Na esfera profissional, os cult geeks podem desenvolver interesses em diferentes áreas.

Por exemplo, as habilidades dessas pessoas podem se sobressair na hora de serem produtoras de conteúdo escrito ou em vídeo. Por consumirem e terem visão crítica, seriam ótimos jornalistas, escritores, roteiristas, videomakers…

Habilidades que têm interface com a lógica da tecnologia quando pensamos em canais de vídeo, comunicação em redes sociais, sites e blogs.

3 – Game Geeks

Gamer jogando no computador representando os game geeks.

O nome já diz tudo. Os aficionados por games em consoles, sites e aplicativos, que adoram jogos eletrônicos e de tabuleiro… esses são os game geeks.

Esse público está em contato com diferentes gêneros de jogos, sendo curiosos e desbravadores dos mundos e narrativas gamificadas, como Minecraft e Roblox.

No escopo pessoal, o público de geeks aficionados por games se familiariza com as novas metodologias de ensino ativas, que trazem uma gamificação na educação.

Curiosos natos, eles tendem a desenvolver uma boa autonomia e até um espírito de liderança quando desejam desbravar algum tema.

No escopo profissional, os game geeks podem, por exemplo, desenvolver interesse em se tornarem programadores de jogos e aplicativos. Por geralmente terem um perfil observador, entusiasta e explorador, as pessoas desse grupo podem ter interesse em cargos de gestão, gerência e direção em empresas, exatamente pelo olhar atento e amplo nas possibilidades.

10 principais habilidades desenvolvidas pelo mundo geek em jovens

São múltiplas as habilidades que o mundo geek pode despertar e impulsionar não só em jovens, mas em todos nós.

São competências tecnológicas e socioemocionais que fazem a diferença na vida de qualquer um. Elegendo as 10 principais habilidades desenvolvidas por essa cultura, temos:

  1. Inteligência digital
  2. Inteligência emocional
  3. Criatividade e inovação
  4. Autonomia
  5. Senso de comunidade e empatia
  6. Adaptabilidade
  7. Resolução de problemas
  8. Liderança
  9. Raciocínio lógico
  10. Letramento digital

Como proporcionar para as crianças e adolescentes um aprendizado associado ao mundo geek?

De acordo com o que vimos, é possível sim que o aprendizado e as competências, digitais e socioemocionais, sejam estimuladas pelo mundo geek.

Além de não reprimir o contato de jovens com essa cultura, algo que ajuda a alavancar todas essas habilidades é o ensino de tecnologia e programação.

Os cursos de tecnologia colocam as crianças e adolescentes em contato com as ditas habilidades e profissões do futuro, que na verdade já fazem parte do nosso dia a dia.

Competências que podem impulsionar os conhecimentos em direção a várias profissões futuras e desenvolver competências essenciais para a vida em sociedade.

Aqui na codeBuddy, por exemplo, prezamos pelo desenvolvimento da Inteligência Digital. Inclusive, somos a primeira e única instituição do Brasil a receber a chancela do DQ Institute, um grupo internacional associado ao Fórum Econômico Mundial que é referência global quando o assunto é formar cidadãos conscientes digitalmente.

Você pode estimular essas habilidades no seu filho com algum dos nossos cursos rápidos, que possuem diferentes temas, como: programação de games, produção audiovisual para YouTube e programação eletrônica.

Vem com a gente, porque o futuro já começou!

Banner curso rápido de Roblox

Compartilhe esse texto

< Blog >

Outros artigos

6 competências que ensinamos na codeBuddy sobre segurança na internet

6 competências importantes para segurança na internet

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

4 coisas que você precisa saber sobre a Educação 4.0

O que é metaverso e qual a sua relação com a educação infantil?

Cultura e tecnologia: entenda essa relação e sua importância para o futuro

3 brinquedos DIY recicláveis para fazer com o que você tem em casa

10 brinquedos do Walt Disney World para jovens e crianças ultra digitais

3 séries do Disney Plus para crianças e jovens que amam tecnologia

5 jogos da Disney para crianças e jovens protagonistas