Blog

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Cadastre-se

E receba conteúdos exclusivos!

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Não é novidade que milhares de mulheres ocupam cargos importantes e essenciais para o desenvolvimento de nossas sociedades. Muitas mulheres, mesmo sendo mães no século XXI, lidando com suas carreiras e famílias ao mesmo tempo, conseguem criar soluções inovadoras e transpor os limites de um mundo ainda dominado pela presença masculina.

De certo, não existe sombra de dúvida a respeito da importância das mulheres no empreendedorismo e na tecnologia. Ainda assim, o mercado de trabalho — especialmente o de tecnologia — se mostra desigual, privilegiando homens.

Muitas meninas podem perder o interesse em investir nesses assuntos por conta da imagem fixada de que esses mundos são dominados por homens. É por isso que representatividade importa.

Além disso, a partir do momento em que a história das mulheres é reconhecida, com seus feitos trazidos à tona, outras mulheres se inspiram e se tornam protagonistas das próprias vidas, procurando ocupar lugares em qualquer área que seja de seu interesse.

A codeBuddy acredita e incentiva a presença feminina na tecnologia. Por isso, preparamos essa lista com algumas das mulheres que fizeram e fazem história, construindo o mundo em que vivemos. Vamos lá?

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

As mulheres programadoras do ENIAC

No início do século XX, o mundo da inovação tecnológica computacional estava diretamente ligado aos militares estadunidenses. Assim, foi criado o ENIAC — um computador enorme e que ainda utilizava sistemas analógicos para realizar cálculos. O intuito do ENIAC era ajudar o exército a calcular rotas de mísseis.

Nesse período ainda não existiam faculdades de Ciência da Computação e, portanto, não havia quem atuasse na programação da máquina. A atividade vista como entediante foi dada às mulheres matemáticas, que se tornaram as primeiras programadoras a efetivamente trabalharem em um computador funcional.

Ou seja, ainda nos anos 40 as mulheres estavam envolvidas nos primeiros passos do desenvolvimento da linguagem da programação. E há quem diga que tecnologia não é lugar delas!

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Annie Easley, responsável pela criação das baterias de carros híbridos

Annie era uma das quatro mulheres negras empregadas em um laboratório da agência americana que viria a se tornar a NASA. Nesse período, muitas mulheres trabalhavam como “computadores humanos”, pois eram responsáveis por fazer pilhas de cálculos e dar sentido a dados brutos.

Annie, posteriormente, se tornou uma programadora e trabalhou com sistemas de energia. Ela acabou criando a bateria utilizada nos carros híbridos, muito famosos hoje em dia. Annie também é uma grande incentivadora da presença feminina no ramo da tecnologia.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Jasmine Anteunis, empreendedora de robótica

As mulheres fizeram história no início da computação e continuam fazendo nos dias de hoje, liderando e criando soluções em áreas de ponta, como a robótica e a inteligência artificial.

Jasmine Anteunis é uma francesa de apenas 27 anos que fundou uma start-up líder na criação dos famosos chatbots — robôs que atendem ao público — a Recast.AI. A empresa foi comprada pela gigante multinacional SAP e continua atendendo a grandes nomes do setor de telecomunicações.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Adele Goldberg, a mulher por trás da criação do primeiro computador da Apple

Adele Goldberg trabalhou na Xerox em 1970, na criação de uma linguagem de programação chamada Smaltalk-80, utilizada para criar o sistema de janelas sobrepostas uma sobre as outras. Isso soa familiar para você?

Adele foi parte do desenvolvimento da infraestrutura desses modelos chamados de “Graphical User Interface” (GUI). Ou seja, seu sistema permitia aos usuários interagirem com o computador por meio de uma interface gráfica, sem precisar avançar por códigos complexos.

O sistema foi apresentado a Steve Jobs nessa época, que mais tarde confirmou que o desenvolvimento da tecnologia GUI inspirou o que viria a ser a Apple.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Ursula Burns, CEO da Xerox

Com bacharel em Engenharia Mecânica, Ursula Burns é conhecida como a primeira mulher negra a liderar uma empresa do porte da Xerox nos EUA. Ela trabalhou na corporação desde 1980, quando era estagiária.

Outra curiosidade a respeito da vida de Ursula é que ela chegou a ser nomeada por Barack Obama como vice-presidente do Conselho de Exportação, no governo do ex-presidente estadunidense.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Karen Spärck Jones, idealizadora de tecnologias de sistemas de busca

Se hoje em dia as pessoas buscam informações com grande facilidade no Google, é devido a tecnologias inventadas por Karen Spärck Jones.

Essa cientista da computação trabalhava na Universidade de Cambridge e criou sistemas como banco de palavras no processamento de linguagens, permitindo que o computador reconhecesse palavras similares umas às outras. Além disso, criou um sistema capaz de encontrar termos relevantes em uma busca.

Sem essas tecnologias, o Google não teria a mesma eficácia que tem hoje.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Radia Perlman, a “mãe” da internet

Radia Perlman é uma cientista da computação formada no MIT, nos EUA. Ela foi responsável pela criação do chamado protocolo Spanning Tree, ou STP, uma linguagem capaz de conectar dois computadores

Sem essa tecnologia a internet não seria possível, nem o sistema de se acessar diversos sites armazenados em servidores espalhados pelo mundo. Radia é também uma ávida defensora do aumento do número de mulheres na tecnologia.

Mulheres na tecnologia e no empreendedorismo: um destaque e tanto

Susan Wojcicki, CEO do YouTube

Considerada uma das mulheres mais poderosas do mundo pela Forbes, Susan foi gerente de Marketing do Google e trabalhou em empresas como a Intel.

Ela foi uma das responsáveis no aconselhamento para que o Google comprasse o YouTube e ajudou a desenvolver plataformas como o Google Imagens. Sua fortuna é de aproximadamente 26 bilhões de dólares, uma herança e tanto para os seus cinco filhos.

Como você pode ver, a história das mulheres no mundo da tecnologia, empreendedorismo e inovação é vasta e antiga. Esses são apenas alguns exemplos da grande influência dessas profissionais na inovação e na construção de nosso mundo tecnológico.

Sua filha se interessa por tecnologia? Conheça os cursos da codeBuddy e incentive-a a buscar um futuro brilhante!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + quatro =