Blog

Como seu filho pode programar um game com as linguagens mais usadas no mercado?

Postado em 8 de dezembro de 2020 - por codeBuddy

As linguagens de programação de jogos usadas no mundo dos games são ferramentas que desenvolvem habilidades e trazem benefícios educacionais. Desde a melhor compreensão da matemática, passando pelo desenvolvimento do raciocínio lógico e das capacidades empreendedoras, são muitos os benefícios que crianças e jovens têm ao aprender a lidar com o mundo da programação.

Isso se torna ainda melhor quando o aprendizado é divertido! Para saber mais sobre esses benefícios, publicamos em nosso blog o artigo “Entenda os benefícios educacionais da programação de games”. Mas sobre linguagem de programação de jogos, a maioria das pessoas tem dúvidas, que vamos tirar agora. Afinal, como seu filho pode programar um game com as linguagens mais usadas no mercado? 😉

Enquanto muitos se adaptam, os jovens já vivenciam

Desenvolver competências é algo que exige responsabilidade, e quando o aprendiz é o seu próprio filho, todo cuidado é pouco! O que se aprende na infância é tão marcante que acompanha o indivíduo por toda a vida. Isso não é diferente quando a gente fala de aprender a programar. É preciso confiar a tarefa a quem está preparado para facilitar a inserção da criança e do adolescente nesse processo.

Existem discussões sobre o melhor momento para as crianças entrarem em contato com a tecnologia. Um complicador é o fato de que, enquanto se discute esse ponto de vista, os jovens já têm uma vivência em tecnologia que há pouco tempo seria incomum. Além disso, já temos uma geração nascendo e crescendo nesse mundo digital a que tantos de nós ainda estão se adaptando.

Os aprendizes estão incomodados e querem criar soluções

A educação também vem se reformulando. As aulas de programação, por exemplo, eram restritas aos jovens que ingressavam no mercado de trabalho em busca de profissões mais desafiadoras e rentáveis. Com o mesmo objetivo, os adultos que investiam na mudança de profissão aprendiam a programar.

Hoje essas aulas também são direcionadas a crianças e jovens com muita vontade de aprender e contribuir. Os aprendizes estão incomodados e querem colocar em prática a criatividade. Basta entrar na codeBuddy para encontrar alunos e alunas dos 7 aos 16 anos de idade desenvolvendo jogos e soluções que podem mudar o meio em que vivem!

Mas é difícil e complicado? É preciso ser um gênio para programar desde a infância? As linguagens de programação de jogos são dialetos complexos? Leia o artigo “Qual a idade certa para começar a programar”, ele responde bem a primeira e a segunda pergunta. A seguir, vamos nos dedicar às linguagens de programação de jogos mais usadas e àquelas que são mais indicadas para o público infantil.

Principais linguagens de programação de games

Python: simplicidade + versatilidade = múltiplas possibilidades

A simplicidade do código Python permite que os programas sejam escritos com menos linhas, o que torna mais fácil o aprendizado para quem começa com games menos complexos. Mas isso não significa que Python seja uma linguagem para iniciantes.

Embora facilite o aprendizado intuitivo, Python é uma linguagem de programação de jogos que tem uma comunidade atuante e que desenvolve melhorias para quem trabalha com ela.

Ela é muito utilizada pelo mercado de desenvolvedores de jogos independentes, mas atualmente tem sido a opção preferida de muitos desenvolvedores que trabalham com análise de dados e aprendizagem de máquina (machine learning). O público infantil faz trabalhos incríveis e cria códigos bons, fáceis e rápidos com Python.

Java: inicie os estudos e crie games simples em pouco tempo

No início do século 21, quem dominava Java estava na lista dos principais desenvolvedores. Hoje essa é uma linguagem bastante difundida e fundamental no desenvolvimento de aplicativos para Android e Windows.

Como se adapta a diversos dispositivos e sistemas, Java é bastante usada como linguagem de programação de jogos mais simples, dominando uma boa parte do mercado. Essa também é uma boa linguagem de programação para quem quer iniciar os estudos, sendo possível criar games e aplicativos menos complexos em pouco tempo.

Blockly: inteligente, simples e visual

Criada pelo Google, Blockly é distribuída gratuitamente para os desenvolvedores interessados em linguagens visuais. Esse tipo de programação está mudando a criação de programas, em especial, os games. Os programadores gostam da linguagem Blockly porque ela é inteligente e simples.

O desenvolvedor utiliza blocos gráficos para representar as partes do código-fonte de um game, despreocupando-se da necessidade de dominar a linguagem. Um exemplo de sucesso da combinação de Blockly com Java e a linguagem Lua é o jogo Minecraft. O bacana de usar Blockly é que, depois de criado o programa, ele pode ser exportado para outras linguagens como JavaScript, Python, PHP, Lua e Dart.

Lua: games como World of Warcraft e Angry Birds são as melhores credenciais

Criada por uma equipe da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), essa é uma linguagem com reputação internacional. Quem já usou um Adobe Photoshop Lightroom ou jogou World of Warcraft e Angry Birds testou essa linguagem de programação de jogos que tem ótimo desempenho – isso sem falar do Minecraft.

A combinação de Lua com Blockly e Java pode parecer difícil para quem não conhece, mas a garotada sabe que programar com essas linguagens pode ser mais do que aventura: representa o prazer de ver os resultados alcançados.

E agora, quem poderá me ensinar?

Existem outras linguagens e plataformas tão ou mais poderosas para o desenvolvimento de games. A “sopa de letrinhas” é grande: C, C++, C#, Objective-C, Scratch, Alice, Swift, Twine, entre outros. Se o seu filho ler esse artigo, certamente perguntará: “e agora, quem poderá me ensinar?”

Na hora de confiar na melhor condição de aprendizado, não aposte em um resultado desconhecido: leve-o para quem sabe e tem a melhor estrutura. Aqui na codeBuddy, as linguagens de programação de jogos conversam com a intuição de quem quer aprender se divertindo e resolvendo problemas reais.

Agora que você está por dentro das melhores linguagens para a criança e o jovem que querem aprender a programar games brincando, que tal seu filho descobrir como programar cenários, comportamentos e interações dos personagens com outros objetos da cena de um videogame?

Em nosso curso rápido Crie seu Game, oferecemos 4 aulas completamente online e ao vivo para o seu filho aprender a criar personagens e movimentá-los dentro de um jogo, customizando a aparência de toda a interface.

Seu pequeno vai ficar empolgado por criar o seu próprio game! 😉

Banner do curso rápido da codeBuddy: Crie seu game

< Blog >

Outros artigos

5 coisas que você precisa saber sobre YouTubers mirins

5 dúvidas sobre programação de jogos para o sucesso profissional do seu filho

Uso digital: como gerenciar o tempo de tela dos jovens?